Milhares em um só grito: FORA BOLSONARO

Fernanda Magano, presidente do SinPsi

Gente de branco, de preto, verde amarelo, vermelho… no sábado, as ruas das capitais e principais cidades do país se iluminaram de cores para exigir fora Bolsonaro, vacina para tod_s, urgentemente. Os atos de protesto do dia 29 de maio reuniram dezenas de milhares de pessoas em todo país. Praticamente todos usando máscara, com distanciamento mínimo.

“Quando o verme que senta na cadeira da presidência é pior do que o vírus, temos de criar coragem e sair às ruas, sabemos dos riscos, tomamos todas as precauções, mas continuar com Bolsonaro é um risco muito maior para o Brasil. A vacina contra ele é o povo na rua exigindo o impeachment”, declarou a manifestante H.F, presente no ato da Avenida Paulista, mas que preferiu não se identificar.

Nas pautas de reivindicação, além do pedido do impeachment, estão a urgência da vacinação para todos, o fortalecimento do SUS (Sistema Único de Saúde), do auxílio emergencial de 600 reais até o fim da pandemia, dos empregos, contra a volta às aulas presenciais e contra a reforma administrativa.

Além de todos os males que afligem o país desde o golpe de 2016, o Brasil entrou novamente no mapa da fome e da miséria e conta com o número recorde de 14,8 milhões de desempregados e outros tantos milhões de desesperançados.

A manifestação foi pacífica em todos os locais, o incidente mais grave registrado foi em Recife (PE) onde a PM atirou contra manifestantes já no final do ato. Duas pessoas – que não participavam da manifestação – foram atingidas com balas de borracha, uma perdeu a visão de um dos olhos atingido pela bala.

A cada dia que o governo Bolsonaro continua em pé é mais uma parte do Brasil destroçado. Esse governo está entregando a Petrobrás em ritmo acelerado, buscando privatizar completamente a Saúde e a Educação (“coincidentemente”, a irmã do ministro Paulo Guedes, Elizabeth Guedes, é presidenta da Associação Nacional de Universidades Privadas, entidade que representa monopólios educacionais, como Anhanguera, Estácio, Kroton, Uninove e Pitágoras), destruindo o meio ambiente, incentivando a disseminação do vírus, propagando o ódio e a violência.

“Todes sentimos na pele os efeitos desse desgoverno, por isso exigimos o impeachment imediato de Bolsonaro, que comete crimes contra a humanidade”, afirma a presidente do SinPsi, Fernanda Magano, que também participou do ato na Avenida Paulista.    

____________créditos

Foto de abre do site: Pedro Falcão

Fotos internas: Arquivo SinPsi

Texto e edição: Norian Segatto

Imprensa

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of