Neste sábado, o grito é FORA BOLSONARO

Por Norian Segatto

Com desemprego recorde (14,5 milhões de pessoas), programas sociais suspensos, corte de verbas para Saúde, Educação, preservação do Meio Ambiente e outras áreas prioritárias, desmonte e privatização do SUS e do sistema de atendimento aos mais necessitados, corrupção galopante beneficiando o clã Bolsonaro, avanço das milícias, desmonte do Estado em favor de instituições financeiras, ódio à ciência, preconceito, racismo, homofobia, práticas fascistas.

Foto: Elineudo Meira / @fotografia.75

Quer mais?

Mais de 450 mil vidas perdidas pela pandemia de Covid19, milhares delas que podiam ter sido evitadas se Jair Bolsonaro não tivesse boicotado a vacinação, incentivado a aglomeração sem uso de máscara, tentado manipular bulas de para incluir cloroquina como salvação nacional. Jair Bolsonaro é um genocida, e deve responder por crimes contra o Brasil e a humanidade.   

Ainda não se convenceu? Acesse qualquer noticiário confiável e terá dúzias de outros motivos para gritar FORA BOLSONARO, neste sábado, 29 de maio, data em que os movimentos sociais e sindicais convocam manifestações em todo o país exigindo o impeachment imediato de Bolsonaro.  

Para quem estiver na capital paulista, a atividade terá concentração em frente ao Masp, a partir das 16h. ATENÇÃO! Todos os/as participantes deverão usar máscara, como o modelo PFF2, levar o próprio cartaz, manter o devido distanciamento social e usar bastante álcool gel. 

Nas pautas, além do pedido de impeachment, estão a defesa e avanço da vacinação para tod_s, fortalecimento do SUS, auxílio emergencial de 600 reais até o fim da pandemia, contra a volta às aulas presenciais e contra a Reforma Administrativa.

Se ficar em casa, se manifeste!

É compreensível que você ainda tenha receio de sair à rua em uma manifestação, mesmo com todos os cuidados necessários. Mesmo assim, não deixe de se manifestar, registrar seu protesto nas redes sociais, colocar um cartaz em sua janela, bater panela, seja o que for, faça!  

Confira os locais de manifestação no Estado de São Paulo

São Paulo – capital -16h – Em frente ao Masp

Assis – Em frente ao Homem de Lata (Av. Rui Barbosa) | 10h

Campinas – Largo do Rosário | 10h

Guaratinguetá – Em frente a FEG/UNESP | 10h30

Ilha Bela – Praça da Mangueira (em frente ao colégio ACEI) | 9h

Indaiatuba – Rua João Martini (esquina Av. Ário Barnabé) | 14h

Itapetininga – Fórum | 15h30

Jacareí – Pátio dos Trilhos | 10h

Limeira – Praça Toledo de Barros | 9h

Marília – Ilha ao lado da Galeria Atenas | 10h

Peruíbe – Faixaço na Passarela em frente ao kartódromo ao lado da Faculdade Peruíbe | 14h

Praia Grande – Quadradão do Quietude | 11h

Praia Grande – Estátua Yemanjá | 13h

Ribeirão Preto – Esplanada do Teatro Pedro II | 10h

Rio Preto – Praça José Marcondes | 16h

Santos – UNIFESP | 15h

Santos – Estação Cidadania | 16h

São Bernardo do Campo – Paço Municipal de SBC | 10h

São José dos Campos – Praça Afonso Pena | 10h

São José dos Campos – Rodovia Carvalho Pinto | 9h

São Roque – Carreata Concentração na Brasital | 9h

Sorocaba – Praça Coronel Fernando Prestes | 10h

Taubaté – Praça Dom Epaminondas | 10h

Ubatuba – Trevo do Caiçara – Centro | 16h

Vinhedo – Praça Santana | 8h

________________________

Com informações da CUT-SP

Imprensa

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of