Notícias

Dia 24, CFP promove debate online sobre suicídio

Suicídio: uma questão de saúde pública e um desafio para a Psicologia clínica

O Conselho Federal de Psicologia (CFP) realiza na quarta-feira, 24 de julho, às 19 horas, o debate online “Suicídio: uma questão de saúde pública e um desafio para a Psicologia clínica”.

Participam do debate o psicólogo, professor da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Nilson Berenchtein Netto; a psicóloga, professora da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Blanca Werlang e a psicóloga Soraya Carvalho Rigo.

Segundo a conselheira do CFP, Monalisa Barros, que vai mediar o debate, o suicídio é amplamente evitável, diferente de outras questões da saúde, por isso, é preciso produzir ferramentas para o atendimento. “A Psicologia é a ciência que mais acolhe pessoas com essa demanda, seja no atendimento clínico público e privado, seja nas políticas públicas”, explica.

Por isso, de acordo com a conselheira Monalisa Barros, o CFP traz para si a responsabilidade de debater a atuação para produzir referências técnicas que possam capacitar e orientar as (os) psicólogas (os) sobre as possibilidades de atuação no tema.

Psicólogas (os) de todo o Brasil podem acompanhar as discussões via internet (clique aqui) e participar enviando perguntas para o email [email protected]

Conheça as (os) debatedores:

Nilson Berenchtein Netto 

Psicólogo, Doutor em Educação: Psicologia da Educação, pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2012) e mestre em Psicologia: Psicologia Social, pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2007). Professor Adjunto na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), campus Paranaíba (CPAR). Pesquisador do Grupo de Pesquisas Percursos Suicidas, sociedade, cultura, história, trabalho e saúde (UNIFESP), desde 2010, no qual coordena a Linha de Pesquisa Suicídio: história, ética e política.

Blanca Werlang

Possui Graduação em Psicologia pelo Instituto de Filosofia Ciências e Letras de Montevidéu/Uruguai; é Especialista em Diagnóstico Psicológico pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; realizou Mestrado em Psicologia Social e da Personalidade pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul – PUCRS e Doutorado em Ciências Médicas/Saúde Mental pela Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP. Foi Diretora da Faculdade de Psicologia da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul no período 2005 a 2009. Integrou o Grupo de Trabalho para desenvolver e implantar Estratégia Nacional de Prevenção ao Suicídio do Ministério da Saúde. Atualmente é Professora Titular da Faculdade de Psicologia da PUCRS; integra no Conselho Federal de Psicologia a Comissão Consultiva em Avaliação Psicológica; é professora pesquisadora no Programa de Pós Graduação em Psicologia/PUCRS. Tem experiência na área de Psicologia Clínica, com ênfase em Fundamentos e Medidas da Psicologia (Construção e Validação de Medidas Psicológicas) e Tratamento e Prevenção Psicológica. Atua principalmente nos seguintes temas: Desenvolvimento e Adaptação de Instrumentos de Avaliação e Intervenção Clínica e no estudo de Comportamentos Violentos e Manifestações Psicológicas decorrentes de violência auto infligida, interpessoal, coletiva e de eventos catastróficos. É organizadora de livro, autora e coautora de vários capítulos e artigos relacionados ao tema Comportamento Suicida.

Soraya Carvalho Rigo

Possui graduação em Psicologia pela Universidade Federal da Bahia (1987), é Psicanalista e especialista em Psicologia Hospitalar. Iniciou sua prática com o suicídio em 1991, no Centro de Informação Antiveneno – CIAVE, Centro de Referência em Toxicologia do Estado da Bahia, onde criou o Serviço de Psicologia, destinado a prestar assistência psicoterápica a pacientes que tentavam o suicídio, durante a internação e após alta hospitalar. Visando um serviço que contemplasse também a prevenção do suicídio, fundou e coordena desde 2007, o Núcleo de Estudo e Prevenção do Suicídio – NEPS, um ambulatório aberto à comunidade, voltado exclusivamente ao acompanhamento psicológico, psiquiátrico e de terapia ocupacional a pacientes com depressão grave e risco de suicídio, que já tenham ou não tentado o suicídio anteriormente. O NEPS promove ações de prevenção com o paciente, seus familiares e com profissionais de saúde. Tem experiência na área de Psicologia Clínica e Psicologia Hospitalar com ênfase em Tratamento e Prevenção Psicológica, principalmente na área da depressão e do suicídio. Atua também como psicanalista em consultório próprio. É membro-docente da Associação Científica Campo Psicanalítico, membro da Escola de Psicanálise dos Fóruns do Campo Lacaniano do Brasil – Fórum Salvador, e membro da Internacional dos Fóruns. Integra o GT13 – Grupo de Trabalho sobre Suicídio da ULAPSI – União Latino Americana de Psicologia.

Deixe um comentário