Notícias

Feliz 2014

Muito foi feito, mas há muito o que fazer. A frase pode ser classificada como lugar comum, mas de fato expressa a percepção das (os) psicólogas (os) em relação a 2013 e principalmente a disposição quanto a 2014. O novo ano será, sem dúvida, um ano de desafios e definições. Também ano de esperanças.

Eleições federais e estaduais seguramente dominarão a agenda e os debates. E, num pais tão desigual e tão marcado por conflitos de interesses, a disputa deve seguir entre os que querem ampliar direitos (para todos) e os que se aferram aos seus privilégios. E não nos iludamos, ano de disputa palmo-a-palmo por ideias e versões. E o nosso site se fará presente, sempre com ética e, por definição, com lado.

Esse é um ano de seguir lutando por uma psicologia como direito de todos e exercida em condições que garantam a dignidade de nosso trabalho. Ano em que as 30 horas chegarão ao final de anos de tramitação – árduo caminho que encontrou barreiras dos interesses que certamente não representam os anseios por mais e melhores serviços à população. Barreiras que exigiram de [email protected] firmeza, mobilização e unidade.

Soubemos ser e seguiremos sendo trabalhadoras (es) que sabem lutar.

Esperança e confiança, não dos ingênuos, mas de quem a história foi moldando na luta, nos possibilitando afirmar que estamos [email protected] para construir…

Um feliz 2014.

Deixe um comentário