Notícias

SinPsi disponibiliza urna para votação no Plebiscito Popular da Reforma Política

Engrossando o coro cutista pela votação no Plebiscito Popular da Reforma Política, o SinPsi disponibiliza uma urna fixa para votação até sexta-feira, 5 de setembro, das 9h30 às 17h30, à rua Aimberê 2053, Perdizes (perto da estação Vila Madalena de metrô). O período oficial do pleito começou nesta segunda-feira, 1º de setembro, e segue até o domingo, dia 7. Mas no fim de semana não ocorrerá votação no SinPsi. 

Com o objetivo de conscientizar a categoria sobre a importância do Plebiscito, o SinPsi também promoverá, nesta quinta-feira, 4 de setembro, um debate, às 18h30, na sede do CRP/SP (Rua Arruda Alvim, 89 – travessa da Rua Teodoro Sampaio, próximo à estação Metrô Clínicas).

Participarão da mesa o coordenador de Políticas para a Juventude da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania, Gabriel Medina; e a Secretária de Imprensa e Comunicação da CUT/SP, Adriana Oliveira Magalhães bancária e formada em psicologia.

A votação também pode ser feita pela internet, no endereço www.plebiscitoconstituinte.org.br. A população deverá responder a seguinte pergunta: “Você é a favor da convocação de uma constituinte exclusiva e soberana sobre o sistema político? (   ) SIM   (    ) NÃO.”

“É mais que urgente se fazer uma reforma política. A democracia avançou muito no Brasil, mas questões como financiamento das campanhas e a organização partidária têm sido fatores que limitam o poder de transformação social do voto. O Plebiscito pode decidir por uma constituinte exclusiva para a reforma política, ou seja, elegeremos representantes somente para fazer a reforma, que depois serão cidadãos comuns. É hora de aperfeiçoar o sistema político para o país seguir avançando com mais participação direta da população”, afirma Rogério Giannini, presidente do SinPsi.

O debate é gratuito e aberto ao público em geral, bastando fazer a sua inscrição pelo e-mail [email protected] . Participe e faça valer seu direito de cidadão.

Para saber mais sobre o Plebiscito Constituinte, o que é e como votar, clique aqui.

Deixe um comentário