Notícias

Em cerimônia de posse no CRP-SP, uma certeza: tempos de luta virão

Na noite de 23 de setembro, tomou posse a nova diretoria do Conselho Regional de Psicologia de São Paulo (CRP-SP), que tem Aristeu Bartelli como conselheiro presidente. A cerimônia de posse ocorreu no auditório da sede do CRP-SP, em Pinheiros, e o cenário era de casa cheia de gente entusiasmada com o plenário.

O SinPsi marcou presença, por meio de seus dirigentes.

“É importante estarmos unidos, prestigiando os colegas que assumem essa gestão. A Psicologia tem avançado bastante em suas práticas e o sindicato faz questão de acompanhar as pautas do CRP”, disse Fernanda Magano, presidenta do SinPsi.

Abrindo as falas, a presidente da gestão que se encerrou naquele dia, Elisa Zaneratto, falou da satisfação que teve à frente do CRP e dao orgulho de trabalhar em prol de uma Psicologia mais plural, marcas que, segundo Elisa, vêm sendo construídas ao longo do tempo.

“É uma profissão pautada em se posicionar na defesa da democracia, uma profissão que se tece nos diálogos democráticos, nos espaços de encontro, uma profissão que não se enxerga sozinha, mas que caminha atenta aos avanços demandados pelos usuários de seus serviços e de mãos dadas com muitos outros atores. A maior potência dessa gestão foi a capacidade de convocar coletivos com competências e contribuições diversas e permitir sua organização, para responder às necessidades da profissão”, exaltou.

Elisa homenageou todos os trabalhadores da casa e pediu que os conselheiros e conselheiras ficassem de pé para receber aplausos. E fez uma pausa para falar sobre o conselheiro Jonathas José da Silva, falecido este ano e ali representado pela mãe, Edna da Silva.

“Jonathas que trouxe a doçura e a firmeza, ensinando-nos a não desistir, mesmo diante das condições mais adversas. Assim ele fez na luta por uma Psicologia comprometida com o fim do racismo, assim fez na luta pela sua vida, na luta para que pudéssemos estar mais tempo com ele”, disse, emocionada.

Logo em seguida, deu boas-vindas à nova gestão:

“Sigam com uma gestão sem medo de reinventar e de transformar. Os tempos serão duros pela frente. É tempo de ataque à democracia, de retrocesso de direitos, de violência e repressão. Tempo de lutar. Acreditamos que a potência da luta que precisarão está numa gestão que parta dos saberes e das práticas construídas [email protected] quase 89 mil psicó[email protected] que existem hoje no estado de São Paulo. Uma mão dada a elas e outra mão dada aos movimentos sociais, que levarão adiante a luta por uma sociedade em que a dignidade humana seja condição de vida a todos”, concluiu.

Tempos difíceis

Representando o Fórum de Entidades Nacionais da Psicologia Brasileira (FENPB), a secretária executiva Marilene Proença fez referência à resistência da profissão na defesa de princípios e de pautas construídas.

“Estamos mesmo em um momento político bastante delicado, à mercê de um golpe de estado. Isso nos coloca hoje no lugar da denúncia, da resistência, da luta política. E a Psicologia não esmorecerá na reafirmação de nossas posições no campo das políticas públicas e da democracia”, pontuou.

O novo conselheiro presidente, Aristeu Bartelli, agradeceu o empenho de todos os mais de cem trabalhadores do CRP-SP.

“Se nós, hoje, nos encontramos nesta casa para receber a posse, é porque vocês se dedicaram. E eu dedico e empenharei o esforço desse plenário”, disse.

Os familiares e amigos dos novos conselheiros também não ficaram de fora. Para Aristeu, ninguém teria chegado onde está se não fosse a força e o sustento de familiares, amigos e companheiros. E falou do que espera:

“Serão nada menos do que algo em torno de 156 semanas de trabalho severo, não tenho dúvida. Vivemos o absurdo da mordaça a partir da proposta de escola sem partido. E por que não dizer o absurdo de pensar uma profissão também sem partido? Pois saibam todos e todas que aqui estão: este plenário tem partido! E este partido é o partido da dignidade da pessoa humana, é o partido do enfrentamento da desigualdade, é o partido que vai se empenhar por uma sociedade mais justa, digna e solidária, por uma sociedade menos desigual, onde justiça não vai ser traduzida como a força daqueles que estão no comando, mas como o serviço às pessoas que mais carecem”, bradou.

Aristeu também apontou a importância do diálogo permanente com o movimento sindical:

“Este Conselho não tem a arrogância de tomar para si espaços que não lhe competem, não vai roubar para si a defesa de trabalhadores e trabalhadoras, porque entendemos que só a partir de sindicatos fortalecidos e atuantes é que conseguiremos trabalhar, comentou.

Encerrando a cerimônia, o presidente eleito do Conselho Federal de Psicologia (CFP), Rogério Giannini, falou do compromisso divulgado na plataforma da chapa do Cuidar da Profissão. E mencionou a especificidade de assumir uma gestão federal na conjuntura política atual:

“De 2013 para cá a gente iniciou a gestão ainda num clima de um Brasil andando, avançando. Agora terminamos nesta situação de golpe parlamentar. Isso nos chama fortemente à responsabilidade para este processo. Estar aqui hoje, com essas falas, nessas posições, com a disposição que vemos aqui, é que nos enche de esperança. Vamos na construção da defesa dos interesses daqueles que de fato precisam das políticas públicas. E eu queria encerrar dizendo: ‘Fora, Temer!’”, finalizou. 

Veja abaixo a relação da nova diretoria do CRP-SP:

Diretoria

Presidente
Aristeu Bertelli da Silva

Vice-presidente
Clarice Pimentel Paulon

Secretária
Camila Teodoro Godinho

Tesoureiro
Vinicius Cesca de Lima

Conselheiros efetivos
Andrea Mataresi
Evelyn Sayeg
Fábio Silvestre da Silva
Guilherme Rodrigues Raggi Pereira
Luciana Stoppa dos Santos
Maria das Graças Mazarin de Araújo
Maria Rozineti Gonçalves
Monalisa Muniz Nascimento
Regiane Aparecida Piva
Reginaldo Branco da Silva
Suely Castaldi Ortiz da Silva

Conselheiros suplentes

Beatriz Borges Brambilla
Beatriz Marques de Mattos
Bruna Lavinas Jardim Falleiros
Ed Otsuka
Edgar Rodrigues
Ivana do Carmo Souza
Ivani Francisco de Oliveira
Larissa Gomes Ornelas Pedott
Magna Barboza Damasceno
Márcio Magalhães da Silva
Maria Mercedes Whitaker Kehl Vieira Bicudo Guarnieri
Mary Ueta
Maurício Marinho Iwai
Rodrigo Fernando Presotto
Rodrigo Toledo

Deixe um comentário