Notícias

Psicó[email protected] de 17 países assinam moção pela democracia e fazem ato contra golpe nesta sexta, 10

Em Assembleia Geral realizada dia 7 de junho, à véspera de seu VI Congresso, a União Latino-americana de Entidades da Psicologia, (ULAPSI) aprovou o manifesto “Declaração de Buenos Aires pela Paz e Estabilidade Democrática da América Latina”, proposto [email protected] psicó[email protected] participantes do Congresso.

Etiveram presentes à Assembleia mais de 30 entidades de toda a América Latina. Do Brasil, participam do Congresso da ULAPSI o SinPsi, a Fenapsi e os Conselhos Regionais de Psicologia de Minas Gerais, Santa Catarina, Pernambuco, além das entidades Federação Latino-Americana de Análise Bioenergética (FLAAB), Associação Brasileira de Psicologia Social (ABRAPSO) e Instituto Silvia Lane.

Clique aqui para ler o documento.

Psicólogos de 17 países protestam contra o golpe no Brasil

Reunidos em Buenos Aires, na Argentina, para o 6º Congresso da Ulapsi (União Latino-Americana de Entidades de Psicologia), centenas de psicólogos, representantes de organizações trabalhistas de 17 países, vão protestar nesta sexta-feira (10) contra o golpe em curso no Brasil. 

Recentemente, quando o ministro interino José Serra fez uma visita à Argentina, foi recebido com centenas de manifestaçõesRecentemente, quando o ministro interino José Serra fez uma visita à Argentina, foi recebido com centenas de manifestações Durante a manifestação, que acontecerá em frente à Embaixada do Brasil em Buenos Aires, os psicólogos pretendem entregar uma carta-protesto ao embaixador Everton Vieira Vargas, para denunciar a quebra do pacto democrático na atual conjuntura política brasileira. 

Os profissionais convidam a população argentina, os movimentos sociais e os estudantes de Psicologia a participarem da manifestação. Para as entidades que compõem a Ulapsi, o rompimento do processo democrático no Brasil é reflexo da atualização de um projeto colonizador mais amplo de ameaça à democracia, que envolve os vários países da América Latina, fortemente influenciado por interesses econômicos internacionais, sobretudo dos Estados Unidos.

Uma das mesas do congresso da entidade dará início à manifestação. O tema a ser debatido é: “Modos de intervenção do conservadorismo latino-americano contemporâneo e os desafios para o avanço da democracia”, e foi aprovado pelo Conselho Regional de Psicologia de São Paulo e pelo Instituto silvia Lane de Psicologia e Compromisso social. 

A mesa será coordenada pela vice-presidenta do CRP SP, Adriana Eiko Matsumoto, e terá como participantes o secretário geral da Ulapsi, Edgar Barrero Cuellar (Colômbia), a docente e representante titular do conselho Facultad de Filosofía y Ciencias Humanas de la Universidad Catolica de Asunción, Diana Lesme e o membro vice-presidente do Instituto Silvia Lane, Odair Furtado.

 

Deixe um comentário